top of page

Conheça o ônibus elétrico da Unicamp

Atualizado: 3 de mai.



O avanço na geração de energia elétrica permitiu o desenvolvimento de diversas tecnologias que auxiliassem nosso modo de vida de forma sustentável. Uma dessas tecnologias é o ônibus elétrico, que funciona como um celular: basta carregá-lo por algumas horas e ele pode atuar normalmente durante um dia inteiro. Nos últimos anos, pesquisadores da Unicamp vêm trabalhando na criação de um ônibus elétrico que sirva como transporte de alunos e professores dentro da Universidade, e o projeto tem sido um sucesso!Quer saber mais sobre esse projeto e como ele funciona? Venha ver com a gente!


Como começou?


Com início em 2018 e lançamento em 2020, o ônibus elétrico da Unicamp é uma iniciativa do projeto Campus Sustentável, uma parceria entre a universidade e a CPFL Energia. O objetivo dessa parceria é desenvolver tecnologias e métodos sustentáveis que sirvam como modelo de gestão e eficiência energética para toda América Latina. 


O projeto não apenas economiza energia e dinheiro para a Unicamp, como também atua como um Laboratório Vivo, ou seja, os dados coletados das infraestrutura em ação no campus são utilizados para o estudo e desenvolvimento de novas tecnologias. Desse jeito, a universidade se desenvolve tanto como modelo em ensino e pesquisa como modelo de gestão e eficiência energética.


Como funciona o ônibus? 


Para que o ônibus eletrônico funcione, é necessário que sua bateria seja carregada em estações de recargas chamadas de eletropostos. Nessas estações, o ônibus consegue se conectar à rede elétrica, cuja energia é gerada por uma planta fotovoltaica localizada no telhado do Ginásio da Unicamp e que apresenta 337 kWp. A unidade kWp é denominada quilowatt pico e representa a maior quantidade de energia que pode ser produzida em condições ideais.


Essas estações são capazes de dar uma recarga completa no ônibus em cerca de 4 horas, permitindo que ele rode por 200 até 250 km, o que equivale a aproximadamente um dia inteiro de funcionamento. A quantidade de quilômetros que o ônibus consegue rodar depende de condições como quantidade de usuários, número de paradas e uso de ar-condicionado, mas se for necessário podem ser realizadas rápidas recargas durante o trajeto ao longo do dia. 


Além de toda estrutura elétrica, o ônibus apresenta uma estrutura interna eletrônica para a coleta de dados. Logo na entrada, há uma câmera que atua como contador de passageiros, e também há um sistema de monitoramento com giroscópio e acelerômetro que consegue medir grandezas como pressão, temperatura e umidade da região interna do ônibus. A partir desses dados, os pesquisadores conseguem monitorar o funcionamento dos ônibus e criar modelos e tecnologias para o desenvolvimento de um meio de transporte mais eficiente. 


Todos esses dados foram fornecidos pelo pesquisador Madson Cortes, professor do Departamento de Sistemas e Energia (DSE) da Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação da UNICAMP.


Laboratório Vivo


Como mencionado antes, o ônibus elétrico é só uma pequena parte do projeto Laboratório Vivo de Mobilidade Elétrica, uma das iniciativas do Projeto Campus Sustentável. Seu objetivo vai muito além de substituir veículos com motores à combustão por veículos elétricos, é sobre utilizar espaços públicos ideais para a coleta de dados técnicos, econômicos e ambientais, a fim de auxiliar pesquisas de diversas áreas do conhecimento. 


"Você tira a experimentação do ambiente controlado dos laboratórios e traz para o ambiente real onde, de fato, as coisas estão acontecendo, com todas as dificuldades inerentes. Nossa visão principal é que, com o tempo, essa base de dados de diversas naturezas possa subsidiar pesquisa em diversas áreas de conhecimento. Essa é então apenas a primeira parte desse grande projeto, criar o laboratório vivo.", definiu o coordenador.


Com esse avanço e aprimoramento da pesquisa, é possível que em um futuro próximo os atuais ônibus convencionais sejam substituídos por suas contrapartes elétricas. Sua energia é sustentável e renovável e os os ônibus conseguem atuar autonomamente, podendo ser carregados durante a madrugada, quando os alunos não transitam na Unicamp para suas atividades. Assim, podemos alcançar um futuro mais sustentável e com menos emissões de poluentes, tudo graças ao avanço da engenharia elétrica.


O ônibus já vem percorrendo a Unicamp por mais de dois anos e auxilia diversos alunos e professores. E você, faria um passeio nele? Se gostou do conteúdo, aproveite para nos seguir em nossas redes sociais e acompanhar nosso conteúdo! 


Ficou interessado?


Caso queira criar algum projeto envolvendo diferentes gerações de energia elétrica, basta entrar em contato conosco pelo “Contato” no site ou mande alguma mensagem nas nossas redes sociais. Nos siga nas redes sociais e acompanhe nosso blog para sempre estar por dentro de novidades no mundo da engenharia!!


19 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page